Como cuidar do seu bem-estar e saúde emocional em tempos de pandemia

Tempo de leitura:

Em tempos de pandemia, isolamento social e sem nenhuma previsão certeira de quando voltaremos a uma situação próxima do normal, é natural que as pessoas vivam em uma nuvem de incertezas e até de medo. Afinal, essa é uma situação única, que nenhum de nós nunca viveu. Mais do que nunca é fundamental que as pessoas cuidem de sua saúde emocional.

Manter vivas as relações, mesmo que de longe, é uma das maneiras de se fazer isso. Mas aí entra uma grande questão: afinal, como humanizar as relações à distância, quando até os Happy Hours são feitos via Google Hangouts ou Zoom?

Para discutir o assunto, Raphael Machioni, o CEO da Vee Benefícios, e Jessica Martins, head e co-founder do RH Play, receberam em uma live Rui Brandão, CEO e co-founder da Zenklub, plataforma que reúne psicólogos, terapeutas, psicanalistas e coaches e permite que as pessoas façam sessões via vídeo, chat ou voz.

Os 3 pilares da humanização de relações à distância para garantir a saúde emocional em tempos de pandemia

Veja as dicas e conselhos do CEO e co-founder do Zenklub, Rui Brandão.

Empatia

Empatia é a capacidade de se colocar no lugar do outro e compreender seus sentimentos, desejos, ideias e ações e tomar atitudes a partir deste ponto de vista. Neste momento de relações à distância, isso se torna ainda mais importante.

Entre empresas e colaboradores, entre líderes e liderados, entre colegas de trabalho. Não estamos vivendo uma rotina normal e é importante entender que cada pessoa reage de uma maneira individual ao isolamento social.

Inclusive por isso, é preciso que haja uma flexibilidade maior nas relações de trabalho. Algumas pessoas continuam funcionando bem no horário convencional, o famoso 9-18. Outros estão se descobrindo mais noturnos neste período em casa. Enquanto isso, há quem tenha que se adaptar à rotina com filhos, que estão em casa. Respeitar essas particularidades é essencial.

Algumas empresas, como a Mastercard, optaram por dar liberdade total ao time, que não será “obrigado” a voltar para o escritório depois da pandemia: cada pessoa tomará essa decisão sozinha. Essa também é uma forma de cuidar da saúde emocional de cada um, já que o retorno à “normalidade” é um dos maiores causadores de ansiedade atualmente.

É muito simples demonstrar empatia e estar atento aos colegas de trabalho: basta simplesmente perguntar como a pessoa está, como está a rotina, explica Rui Brandão. É importante deixar os canais de comunicação livres.

Leia mais: Como a Espanha lida com a volta ao trabalho presencial pós-pandemia

Comunicação Transparente

Quando estamos presencialmente no escritório, a comunicação é muito mais fácil. Basta levantar da cadeira, dar alguns passos e, pronto, assunto alinhado. A proximidade física ajuda e fortalece a comunicação.

Para evitar criar ansiedades, se faz necessária uma comunicação clara e objetiva. E existem técnicas que podem ajudar, como o daily meeting. Como o próprio nome indica, essa é uma reunião diária e rápida, de alinhamento de tarefas, e realizada logo no começo do dia. O objetivo é que todos os integrantes de um determinado squad (ou time) digam:

- O que fizeram no dia anterior;

- O que farão neste dia;

- Se algo está bloqueando a realização de alguma tarefa (por exemplo, faltam os números para a finalização de um relatório e por isso não é possível entregar o projeto).

De parte da liderança, é preciso existir um alinhamento muito claro de prazos e metas, assim todos sabem que estão caminhando no mesmo sentido e com o mesmo objetivo.

Confiança

Durante a live com Raphael Machioni e Jessica Martins, o CEO do Zenklub Rui Brandão foi bastante enfático sobre a importância da confiança e os efeitos dela na saúde emocional em tempos de pandemia.

“Por meio de de uma relação de confiança, as pessoas sentem mais abertura para serem mais sinceras em um momento em que temos que ser nós mesmos. É natural que estando em casa tenhamos frustrações e é bom ter abertura para compartilhar isso com os nossos pares na empresa” e completa. “Quem conseguir estabelecer isso no time tem uma posição mais positiva no trabalho remoto”.

Ou seja, por mais que estejam todos longe, a manutenção da cultura da empresa é essencial para o bem-estar dos colaboradores e também para o sucesso de todos.

Reveja a live Vee + RH Play sobre saúde emocional e bem-estar no pós COVID-19

COMENTÁRIOS