RH estratégico: o que garantir na sua rotina enquanto Recursos Humanos

Tempo de leitura: 2 min
RH estratégico

Antes de começar a mergulhar na ideia deste artigo entenda a diferença de bases e de básico. Isso é fundamental para que você consiga absorver a ideia de voltar às bases. Minha ideia aqui não é simplificar os produtos de gente, ou subsistemas como preferir chamar, mas te fazer identificar o melhor momento para avançar nas soluções da sua área de RH. Para avançar um degrau, é fundamental que as suas bases estejam fortes, seu discurso alinhado e seu time de gente bem capacitado. Aqui, vamos focar em bases para um RH Estratégico.

É crucial que você se pergunte se está trabalhando as estratégias certas para a sua empresa. E lembre-se, ser estratégico não tem o mesmo “tom” para todos. Você precisa gerar impacto e contribuir para o negócio. O “como” vai depender de tantas coisas que vai tornar o seu desafio único. Essa é a base do RH estratégico e para que isso funcione é fundamental que o RH esteja por dentro das diretrizes da sua organização.

Isso quer dizer que você vai precisar abrir mão de desenvolver projetos de employer branding para sua empresa, ainda que isso seja tendência, para focar em projetos de performance ou desenvolvimento de pessoas, por exemplo, se estas foram as práticas prioritárias de acordo com a estratégia atual do negócio.

Uma vez entrevistando uma pessoa do time de RH de uma empresa de investimentos ele disse: “estamos longe de ser a empresa referência em seguir todas as tendências do mercado, mas somos umas das poucas que fazemos exatamente o que o negócio precisa. Nós contribuímos de verdade no dia a dia”.

Isso significa em resumo que ser estratégico é fazer o que o negócio precisa e isso implica inclusive em mudar a rota quantas vezes forem necessárias e na mesma proporção que as estratégias da empresa mudam. Se ela mudar, você precisa revisitar as suas práticas de gente. Entender isso, é base. É o simples do RH estratégico. Ser estratégico não é sobre entregar fortalecer marca ou contratar os melhores talentos, ser estratégico é sobre fazer o que o negócio precisa.

Mas eu te pergunto: Você está preparado (a) para sentar “nessa mesa”? A depender da estratégia da sua empresa hoje, reflita: eu sou um (a) profissional com habilidades suficientes para sentar nessa mesa?

Será que eu converso no mesmo nível sobre as estratégias do negócio com meus pares? Sei como tenho contribuído ou como posso contribuir nas micro e macro ações?

Se a resposta for não, eu realmente espero que você esteja com um plano em mãos. Você precisa se capacitar para ocupar esse lugar. 

Quer uma sugestão? Comece entendendo quais são os objetivos estratégicos da sua empresa. Entenda como é que você pode “mover” as pessoas na mesma direção, ampliando as oportunidades de cada uma delas chegarem onde elas precisam. Se pergunte se você conhece bem o produto/serviço da sua empresa e como cada área cliente desenvolve as pessoas levando elas para um outro patamar de performance. Converse com as lideranças que você atende e entenda qual o papel estratégico dela nos objetivos macro da empresa e juntos, vocês conseguirão elevar o potencial do time para que eles consigam contribuir também.

Gostou? Compartilhe

Quer conhecer mais sobre os benefícios flexíveis da Vee? Preencha o formulário e entraremos em contato com você.