Trabalho Home office: tendências e dicas para melhorar o seu rendimento

Tempo de leitura: 5 min
Home office: dicas e tendências

Desde março de 2020, o mundo enfrenta a pandemia do novo coronavírus, que mudou totalmente a forma como nos relacionamos com outras pessoas e a forma como trabalhamos. Milhares de pessoas e empresas tiveram que adotar o home office – com rapidez – para se adaptar à nova dinâmica. Mas como tem sido essa experiência? Depois de um ano e com fortes tendências apontando que o trabalho remoto veio para ficar, como manter a produtividade e ainda separar a vida pessoal do profissional, mesmo trabalhando de casa?

O que antes era exceção e até mesmo “privilégios” de certas carreiras, hoje virou regra em diversas empresas pelo país. A revista Exame aponta uma pesquisa que fala sobre o assunto: “Na pesquisa ‘Demandas por Talentos’ da Robert Half, com 1.500 executivos entrevistados em novembro de 2020. 95% deles apontaram que as equipes híbridas são uma certeza para o futuro.”

Como trabalhar Home office

É fato que alguns colaboradores podem ter mais facilidade ou dificuldade para se adaptar ao trabalho remoto do que outros. Há influência de diversos fatores, como, por exemplo, o momento da vida em que o profissional se encontra, afinal, a sua casa também passa a ser o seu escritório. 

Porém, apesar disso, há dicas básicas que podem fazer o home office ser mais produtivo, sustentável e flexível:

Separe a vida pessoal da profissional

Com o trabalho remoto, diversos colaboradores ganharam minutos ou horas a mais – que antes perdiam no trânsito – para si mesmo. Aproveite esse tempo para fazer coisas que antes não conseguia fazer. Durma mais, faça exercícios, medite, assista a filmes ou leia livros. Faça um curso que estava adiando pela falta de tempo. Tire seu horário de almoço. O importante é aproveitar essas horas para focar na vida pessoal, e restringir o horário do trabalho como se estivesse trabalhando na presencialmente. Assim, não fica mais pesado e bem delimitado.

Reserve um espaço para trabalhar

É importante ter um espaço para exercer o trabalho diário. Lógico que o home office permite trabalhar da cama, sofá, etc, mas ter um espaço destinado somente para o horário de trabalho pode fazer o colaborador ser mais produtivo e regrado. Uma mesa e uma cadeira confortável já ajudam o profissional no dia a dia e algumas empresas já enviaram esse tipo de material para quem está de home office.

Crie uma rotina de trabalho

Assim como ter um espaço destinado ao horário de trabalho é importante, ter regras também faz parte. O colaborador pode criá-las de modo que o ajude a ser mais produtivo e ficar mais confortável. Por exemplo: não trabalhar de pijamas, utilizar a técnica de pomodoro*, não usar as redes sociais em excesso durante o horário de trabalho, entre muitas outras. 

  • Técnica de pomodoro: Pomodoro significa tomate em italiano. A fruta faz alusão ao tempo durante o qual você pode fazer determinada tarefa. Cada pomodoro é dividido em quatro pomodoros, e cada um destes equivale a 30 minutos. A técnica consiste basicamente em ter uma gestão do tempo para realizar suas tarefas, seja no trabalho ou em estudos.Para dividir o tempo use o timer do celular ou sites como Tomato Timer.

Exercite-se!

Com o home office, a tendência é que muitos colaboradores passem horas sentados. Esse hábito pode levar ao sedentarismo, que gera milhares de complicações de saúde. Além disso, ter uma rotina de exercícios não faz bem somente para o corpo, mas também para a mente. 

A prática regular de exercícios faz com que nosso corpo e mente estejam mais preparados para encarar as atividades e reduz custos com a saúde. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), o conceito de qualidade de vida contempla três pilares: bem-estar físico, psicológico e sociocultural.

Segundo estudos da revista científica The Lancet, o sedentarismo custa uma bolada para a economia global: cerca de 220 bilhões de reais todos os anos – e esse número tende a aumentar graças à pandemia. Dados fornecidos pela revista Saúde também apontam que, a cada 1 dólar investido em prevenção e saúde do colaborador, 4 retornam para a empresa com o aumento da produtividade.

Então, também é missão das empresas incentivar o colaborador a fazer atividades físicas.

Importante: é possível fazer exercícios que ajudam no bem-estar e na saúde sem sair de casa.

Bem-estar do colaborador

Todos os fatores acima citados chegam a uma só conclusão: é de extrema importância focar no bem-estar do colaborador. Seja presencial, remota ou híbrida, uma boa gestão é aquela que enxerga o profissional como indivíduo, identifica suas necessidades e sabe que ela varia de pessoa para pessoa.

Quer saber alguns dos resultados desses investimentos? Aumento da produtividade, baixo nível de turnover, melhor tratamento de clientes e outros colaboradores da equipe e, até mesmo, o aumento na atração de talentos, por exemplo

É por isso que atualmente o número de profissionais que buscam por benefícios flexíveis têm aumentado. Não é possível oferecer somente Vale-Alimentação, Vale-Refeição e/ou Vale-transporte e acreditar que isso vai suprir as necessidades do colaborador. 

Com beneflex da Vee, é possível oferecer vale-cultura (para usar em streamings de músicas e filmes, por exemplo), saúde, transporte – que é aceito em aplicativos de corrida e até para comprar passagens de ônibus e avião – alimentação e refeição (aceito em mais de dois milhões de estabelecimentos, com bandeira Mastercard); Além de poder oferecer descontos imperdíveis, graças a parceria com a NewValue (fazendo o dinheiro do colaborador render mais) e acesso as melhores academias do país, como a BioRitmo e Smartfit devido a parceria com o TotalPass.

Isso sim, é oferecer qualidade de vida e flexibilidade de verdade para o colaborador, né?

Trabalho Home Office x Anywhere office

Após um ano de adaptação ao home office, a flexibilidade no trabalho abriu o leque para realizá-lo de diversas formas. Com isso, um dos conceitos que se popularizou nesse tempo é o o anywhere office.

“Anywhere office” é um modelo de trabalho que permite que as pessoas façam suas tarefas em qualquer lugar, como no home office, no escritório ou no coworking. Na prática, há apenas a necessidade de um espaço que seja confortável para a pessoa trabalhar com o notebook ou o celular, conectado à internet.

E quando a pandemia estiver controlada, essa será uma opção de trabalho para um número cada vez maior de profissionais. De acordo com um artigo veiculado na revista americana Fast Company, desde o início da pandemia, quase 40% dos moradores de grandes cidades já consideraram se mudar em busca de lugares que ofereçam melhor custo benefício e qualidade de vida. 

É uma forte tendência, que vale a pena estar no radar dos RHs.

Auxílio home office: a importância de oferecer benefícios flexíveis

O trabalho remoto trouxe uma flexibilidade que antes era apenas debatido por algumas empresas, ou privilégio de outras. Agora é uma realidade na vida de muitos.

Para agregar ainda mais liberdade de escolha e autonomia para seus funcionários, muitas empresas estão buscando oferecer benefícios flexíveis. 

Os serviços da Vee geram uma nova experiência em benefícios, oferecendo autonomia, satisfação e flexibilidade para o RH e os colaboradores.  A Vee ajuda a empresa a ir além do básico para  criar um plano de benefícios estratégico e integrar toda a sua gestão em uma única plataforma.

Quer ter esse plano de benefícios na sua empresa? Então, entre em contato com o time de especialistas da Vee Benefícios. Deixe a gente surpreender o seu negócio e levá-lo para um outro nível de experiência no relacionamento com os colaboradores.



Gostou? Compartilhe

Quer conhecer mais sobre os benefícios flexíveis da Vee? Preencha o formulário e entraremos em contato com você.