Desafios familiares: engajamento, produtividade e o home office

Tempo de leitura: 5 min
Os desafios familiares com o home office e a gestão remota

Quem trabalha e mora sozinho pode até achar que a quarentena trouxe apenas mudanças no local de trabalho, trocando a sala da empresa pela sala de estar. Porém, a verdade não é assim tão simples. Para quem mora com pai, mãe, filho, filha, cachorro, o home office trouxe diversos desafios familiares.

As famílias estão vivendo revoluções na sua rotina. O trabalho mudou, as crianças não vão mais para a escola e as tarefas de casa estão mais intensas, já que todo mundo deve manter o isolamento social. E, para ajudar, ainda é preciso conciliar todos os compromissos profissionais e estar engajado com as demandas.

O engajamento em tempos de quarentena e home office pode se tornar um grande desafio para homens e mulheres, e isso é algo que você precisa ficar atento, já que estar em casa não é mais um sinônimo de férias ou descanso.

Home office: Principais desafios familiares na quarentena

Em março de 2020, as primeiras cidades do Brasil adotaram o isolamento social. De lá para cá, muita gente se deu conta que ficar em casa trabalhando pode não ser tão fácil quanto parece.

Restaurantes fechados significa fazer comida ou gastar mais com delivery. As tarefas domésticas cresceram com as medidas de segurança, que exigem mais trocas de roupas, limpezas em casa e mais cuidados de higiene. Os pais precisam fazer um processo de adaptação na rotina dos filhos. Por último, mas não menos desafiador, está a nova rotina de trabalho.

Resumindo: o home office trouxe desafios familiares, e, de quebra, não houve redução das obrigações de trabalho. Sendo assim, fica bem claro que o momento é bastante intenso, e no meio disso tudo é preciso estar em sintonia com o trabalho e se engajar nas tarefas e manter a motivação.

Mas como fazer tudo isso ao mesmo tempo? É aqui que entra uma pitada de planejamento, uma boa dose de diálogo e, claro, o compromisso da empresa com seus trabalhadores.

Não entendeu? Então veja cada um desses pontos abaixo!

Planejamento é essencial para não perder a cabeça

Não tem outro jeito para enfrentar os desafios familiares e o home office. Para não deixar a peteca cair no trabalho e nem dentro de casa, será preciso se planejar. É hora de focar na organização das suas tarefas e no uso intenso da sua agenda para controlar horários e não perder o foco.

Tente estabelecer horários para trabalhar, cuidar da casa, dar atenção à família e se divertir. Sim, o dia parece curto para fazer tudo isso, mas pode ser que uma boa organização na sua agenda faça uma grande diferença.

Além disso, ter em mãos os seus compromissos é um jeito de se manter engajado em cada um deles durante todo o dia. Assim você não perde no “efeito bola de neve” e segue focado nas suas missões do dia.

Aqui valem algumas dicas legais:

  1. Compre um planner ou faça uma tabela de controle no seu computador;
  2. Utilize apps, como os que aplicam a técnica Pomodoro, para você ter uma boa gestão de tempo;
  3. Se esforce e tenha disciplina para cumprir os horários;
  4. Deixe bem claro para todos da sua família como está a sua agenda do dia.

Essas simples ações já fazem uma ótima diferença na sua produtividade e no seu engajamento, e vão te ajudar muito a equilibrar essa equação cheia de desafios familiares em meio ao home office.

Além disso, também vale pensar em algumas questões importantes:

  1. Qualidade do ambiente onde você está trabalhando na sua casa;
  2. Os equipamentos que você está usando: mesa ruim, cadeira desconfortável e até um sinal de internet fraco são ótimos meios para sugar sua produtividade e engajamento;
  3. As orientações da sua empresa sobre o trabalho remoto;

O diálogo se mantém como pilar para a produtividade

Ter diálogo dentro de casa é fundamental para preservar seus níveis de produtividade e engajamento pré-quarentena. Converse com todos, exponha que sua rotina mudou, mas não seus compromissos, e busque entrar em harmonia com os demais.

Lembre-se sempre que os desafios familiares não podem impactar seu home office, muito menos a sua produtividade. Mas fique calmo, afinal, já faz parte do novo normal as situações como interrupções feitas pelos filhos ou quando seu gato que resolve aparecer na vídeoconferência.

O grande segredo é não se preocupar com essas pequenas coisas, mas tentar manter-se produtivo, atento ao que precisa ser feito e sempre de olho em oportunidades para melhorar o engajamento, já que isso pode ser importante para o crescimento da sua carreira em meio à um cenário tão diferente.

Isso inclui aquele papo com seus filhos sobre obrigações e tempos de lazer e também com o seu cônjuge sobre as tarefas do lar. E aqui vai uma dica muito importante para os homens: é hora de deixar antigos erros no passado.

Ainda tem muita gente que acha que os deveres de casa são obrigações exclusivas das mulheres. Tarefas de casa e o cuidado com os filhos são demandas do casal e, por isso, precisam ser igualmente divididas.

E você, que é mãe e mulher, pode colocar esse ponto em discussão. A sua carreira é muito importante, tanto quanto a do seu marido. Portanto, não pode haver desequilíbrio na divisão de tarefas, afinal, se não houver equilíbrio, é bem provável que seu engajamento e produtividade sejam afetados.

O diálogo é o caminho para a harmonia da sua casa em tempos de home office. Portanto, saiba que uma boa conversa é indispensável se você está preocupado em manter uma rotina produtiva.

A empresa também tem compromisso com o colaborador

Uma empresa que quer atingir melhores resultados precisa investir em seus funcionários, mesmo em home office. Esse é o caminho para manter o engajamento.

Uma boa organização pensa nos seus colaboradores e sabe que é preciso ter cuidado com aspectos, como

Os benefícios flexíveis como fator de engajamento corporativo

A remuneração indireta é uma das formas encontradas pelas empresas para ampliar o engajamento. Funcionários felizes com seus planos de benefícios são menos suscetíveis às saídas e quedas de motivação, já que fica evidente que a empresa valoriza sua força de trabalho.

Além da queda no turnover e na retenção de talentos, os benefícios, quando flexíveis, podem se adequar às novas necessidades dos funcionários. Neste momento, uma das saídas encontradas pelas instituições foi a adesão de um benefício pensado no home office.

Neste caso, estamos falando de uma remuneração indireta, para que o funcionário possa:

  • Comprar materiais necessários;
  • Ter recursos para compensar o aumento em suas contas de luz;
  • Ajudar no pagamento da internet, essencial para o trabalho remoto.

Além dos benefícios, digamos, mais técnicos e voltados para a execução do trabalho, o engajamento e a produtividade podem sofrer impactos positivos de outros produtos oferecidos em planos com benefícios flexíveis, como a possibilidade de realizar terapia online e acompanhamento com coaches de carreira.

Deixe a flexibilidade por conta da Vee Benefícios!

A Vee oferece o mais completo mix de benefícios flexíveis do mercado. Portanto, quando o assunto for novas formas de oferecer benefícios de trabalho para os funcionários, não se esqueça da Vee!

Nossos planos permitem uso flexível de benefícios, para o colaborador usar o valor recebido da maneira que ele quiser além de convênios para compras, clube de descontos e planos mais baratos para atividades de bem-estar.

Acesse nosso site e descubra como a Vee pode operacionalizar a mudança dos benefícios oferecidos aos colaboradores e, com isso, ampliar o engajamento deles em um momento tão importante.

Gostou? Compartilhe

Quer conhecer mais sobre os benefícios flexíveis da Vee? Preencha o formulário e entraremos em contato com você.