Conheça o papel do CHRO como líder dentro das empresas

Tempo de leitura: 4 min
Conheça o papel do CHRO como líder dentro das empresas

Dentro das empresas, os diretores exercem papéis fundamentais para determinar as estratégias adotadas e desenhar os melhores processos a fim de obter bons resultados. Dentro da área de recursos humanos, o CHRO, executivo do RH, atua de forma bem importante. Ele é responsável pelo departamento, que tem como foco desenvolver ações internas, manejar assuntos das relações do trabalho e fazer o processo de recrutamento em busca de novos talentos.

Antes de mais nada é importante entender: afinal, o que significa CHRO? Essa é a sigla para Chief Human Resource Officer, ou seja, Diretor de Recursos Humanos, o cargo

Em uma dinâmica mais moderna e cada vez mais aplicada por grandes empresas, o CHRO tem se tornado um braço direito do CEO, atuando além dos “assuntos-padrão” do RH. Sua atuação deve desenvolver um Departamento de Recursos Humanos que não seja um mero recrutador e avaliador de desempenho. O papel do CHRO nas relações corporativas mais modernas é bem mais amplo e produtivo.

No post de hoje, vamos falar sobre a função do CHRO e como sua atuação pode fazer uma grande diferença para o sucesso empresarial. Boa leitura!

CHRO e seu papel na tomada de decisões

Muito tem se discutido sobre o papel do CHRO e a necessidade desse profissional colocar as pessoas antes da estratégia. Na verdade, não se trata de olhar só para o fator humano, mas de compreender o seu protagonismo dentro do planejamento estratégico.

O ativo mais importante de uma empresa são os colaboradores. Por isso, a aproximação entre RH e os executivos que tomam as decisões mais impactantes para a instituição é algo de grande importância.

O chefe de recursos humanos precisa conhecer a instituição e as pessoas que fazem parte dela. Sem isso, o que for planejado pode cair por terra. Afinal, é preciso alinhar capacidade e demanda e evitar que sejam feitos planos de ação que vão colocar os colaboradores em maus lençóis.

Conforme as empresas procuram estabelecer relações de trabalho mais humanas e baseadas no respeito e empatia, o papel estratégico do CHRO cresce e sua visão sobre a instituição e as pessoas se torna indispensável. 

A perspectiva do recursos humanos ajuda a empresa a tomar decisões assertivas e que contribuem para que ela tenha bons resultados e construa um bom clima e saúde organizacional. Ambos são fundamentais para a produtividade e engajamento

CHRO e os talentos empresariais

Uma das funções mais importantes do departamento de recursos humanos é identificar o potencial dos colaboradores e reter os principais talentos. Esse processo é importante para a continuidade do sucesso da empresa e, como fica a cargo do RH o trato mais próximo com as pessoas dentro da instituição, é evidente que ninguém conhece melhor os talentos do que as pessoas desse departamento. 

A proximidade do CHRO com as principais lideranças da empresa é fundamental para apresentar os talentos, desenvolver planos de retenção e criar um plano de carreira geral. A retenção de talentos é um mecanismo valioso para o seu negócio e as empresas devem estar atentas, já que eles também são visados pelo mercado de trabalho e, afinal, você não quer perder seus colaboradores de alto potencial para a concorrência, certo? 

RH em transformação

Toda essa discussão sobre o papel do CHRO tem fundamento na transformação do RH. O setor está se tornando mais estratégico e tem como objetivo ter uma boa gestão de pessoas, lidar com um âmbito mais humano e compreender as novas dinâmicas. Isso inclui fatores como:

  • Redesenho de carreiras para colaboradores e processo de recrutamento para novos talentos (retenção e atração de talentos);
  • Análise do potencial dos empregados;
  • Detecção de suas principais virtudes.

E para que tudo isso seja feito de modo positivo, é importante que a direção esteja aberta para mudanças. 

Mais uma vez, entra em jogo a proximidade do CHRO com os demais executivos C-Level. Fica a cargo dos executivos de recursos humanos apresentar a necessidade do RH ser mais estratégico. A ideia é fazer o departamento ser aberto para lidar com as pessoas, trocando uma operação burocrática por uma postura mais moderna e abraçando os novos conceitos que têm sido adotados pelas melhores empresas em relação ao seu RH.

Possíveis mudanças no RH passam pela flexibilização

Quando se fala em flexibilizar o RH, não temos como não abordar os benefícios que os empregados recebem, que são de responsabilidade do departamento. O head de RH e sua nova posição estratégica permite que sejam feitas algumas rupturas com os tradicionalismos.

Benefícios para trabalhadores fazem parte do rol de preocupações de qualquer CHRO e profissionais com pensamento disruptivo sabem que a flexibilidade gera empoderamento do colaborador. Isso produz um efeito cascata sobre a percepção de valor que o quadro de funcionários tem sobre a empresa. Ou seja, ao sentirem-se contemplados com mudanças benéficas em seus benefícios, aumenta-se a satisfação do colaborador em relação ao empregador e o trabalho, além de melhorar o clima organizacional. 

Resultados empresariais são uma via de mão dupla e um gestor de RH preparado deve ter em mente que essa relação exige estratégias para engajamento dos colaboradores. 

Bons benefícios – somados à uma flexibilidade de uso – sempre foi uma estratégia certeira, tanto para ampliar o engajamento quanto para reter bons funcionários.

A Vee Benefícios compactua das estratégias modernas e efetivas dentro do setor de Recursos Humanos. Por essa razão, apostamos na concessão dos benefícios flexíveis como forma de gerar resultados e ampliar a percepção de valor sobre o RH e a empresa como um todo.

Acesse nosso site e conheça mais sobre como ter benefícios flexíveis e empoderar ainda mais seu RH e seus colaboradores!

Venha ser Vee
Gostou? Compartilhe

Quer conhecer mais sobre os benefícios flexíveis da Vee? Preencha o formulário e entraremos em contato com você.