Como a saúde organizacional melhora a performance das empresas

Tempo de leitura:

Tenho certeza que você já ouviu falar em saúde organizacional. Mas conhece o tamanho do impacto que o investimento nessa condição pode trazer para sua empresa? 

Embora o conceito não seja uma novidade, pisar fundo para garantir a saúde da empresa como um todo, do clima institucional e das condições de trabalho é uma tendência em crescimento.

Em um mercado cada vez mais dinâmico, competitivo e exigente, profissionais de qualquer nível hierárquico tendem a sentir os sintomas do estresse e podem piorar a produtividade.

Para evitar as consequências indesejáveis de uma equipe infeliz, muitos negócios têm concentrado esforços em oferecer cada vez mais benefícios e novas soluções para seus colaboradores. A boa notícia é que os resultados são animadores!

Veja dados que comprovam a relação entre saúde organizacional e aumento de performance

Empresas com aspectos organizacionais mais saudáveis têm melhor performance do que os concorrentes. Essa afirmação pode parecer um tanto quanto óbvia, mas a relação direta entre iniciativas para melhorar a saúde geral do negócio e melhorar o desempenho tem sido confirmada por uma série de pesquisas.

Um bom exemplo é o estudo realizado pela Health Enhancement Research Organization. Segundo ela, mais de 90% dos líderes empresariais afirmam que a promoção do bem-estar no local de trabalho afeta a produtividade e o desempenho dos funcionários.

A tendência é amplamente reforçada por dados divulgados pela McKinsey & Company, reconhecida como a líder mundial no mercado de consultoria empresarial. Segundo a organização, os negócios saudáveis são definidos por "alto desempenho e bem-sucedidas por longos períodos de tempo".

Para mensurar o impacto das iniciativas ligadas ao clima organizacional, a Mckinsey & Co. desenvolveu o Índice de Saúde Organizacional (OHI). De acordo com ele, os 25% mais bem ranqueados entre as empresas analisadas, oferecem cerca de três vezes mais retorno aos acionistas do que o quartil na ponta de baixo.

Saúde organizacional = Resultados turbinados

O tempo do retorno sobre o investimento também chama a atenção. A otimização do desempenho pode ser percebida entre 6 e 12 meses.

Achou bons os argumentos?  Ainda temos mais! Cerca de 80% das empresas que tomaram medidas concretas sobre a saúde organizacional percebeu melhorias entre a equipe. 

O aumento médio, no índice da Mckinsey & Co., foi de 6 pontos em sua saúde global. Isso significou um crescimento de médio de 25% no ranking.

No caso das empresas que estavam mal colocadas no início do acompanhamento, o desenvolvimento foi ainda maior. Com o incremento de 9 pontos no índice, essas organizações tiveram resultados diretos de inovação, aprendizagem e força do C-Level.

Se olharmos somente esse último dado já temos subsídios suficiente para convencer qualquer gestor que não tenha a saúde organizacional entre as prioridades do negócio, a reconsiderar. Claramente, esse investimento deve estar entre as principais estratégias para motivar funcionários e alavancar o desempenho.

Quero melhorar a performance da minha empresa! Como fazer?

A saúde organizacional é diretamente ligada ao bem-estar e ao engajamento dos colaboradores. Sua melhora depende de um conjunto de ações. Fizemos uma lista com algumas iniciativas que podem mudar o seu panorama:

  • Ouvir o que o colaborador tem a dizer;
  • Compartilhar conhecimento;
  • Incentivar o aprendizado;
  • Flexibilização da jornada de trabalho;
  • Desenvolver campanhas de incentivo;
  • Oferecer benefícios flexíveis.

Startups simplificam a busca pela saúde organizacional: felizmente, as ferramentas disruptivas oferecidas pela tecnologia podem ser o diferencial que faltava para melhorar a saúde organizacional da sua empresa.

Algumas startups têm trabalhado justamente para turbinar a relação entre o negócio e seus colaboradores, melhorando significativamente a employee experience e o employer branding.

Como a Vee Benefícios. Segundo seus criadores, a empresa foi criada para ser uma carteira digital do colaborador, pois concentra em um único aplicativo todos os pagamentos de benefícios que envolvem uma relação profissional. Isso permite flexibilidade de uso de acordo com a necessidade de cada colaborador e pagamento em tempo real até de campanhas de incentivo.

A Vee Benefícios acaba com a burocracia operacional para os benefícios flexíveis. Com essa solução política, os colaboradores podem optar em como vão utilizar as vantagens, e tudo com sob a bandeira Mastercard, que possui mais de 2MM de estabelecimentos cadastrados em todo o Brasil.

  • Alimentação;
  • Refeição;
  • Academia a partir de R$ 49,90 mês na rede SmartFit;
  • Saúde Mental com ZenKlub;
  • Rede de descontos no Brasil e no Mundo com mais de 1100 ofertas;
  • Bem-estar;
  • Estudos;
  • Esportes.

É importante ressaltar que, em relação a alimentação e refeição, é possível flexibilizar seu uso com o saldo híbrido. Com ele, o colaborador tem apenas um saldo único para os dois benefícios e pode usar como preferir, ficando livre para tomar decisões.

Esses são alguns dos caminhos para melhorar o desempenho operacional e financeiro por meio da saúde organizacional. Mas não esqueça, seja qual for a estratégia adotada, é fundamental valorizar e entender a individualidade e as necessidades de cada membro da equipe. 

A Vee Benefícios influencia e impacta diretamente a saúde organizacional das empresas, trazendo mais controle na gestão de pagamentos dos colaboradores e fazendo com que os benefícios rendam mais.

Conte com a Vee para melhorar a saúde da sua empresa e agilizar ainda mais os processos de benefícios, deixando seus colaboradores mais motivados e engajados!

Venha ser Vee!

Comentários