Como a atração e retenção de talentos motivam o crescimento da empresa

Tempo de leitura:

Nosso artigo de hoje é sobre o futuro, sobre a importância de identificar e reter os talentos da sua empresa, especialmente pela capacidade que eles têm de mobilizar o crescimento e melhoria de resultados.

Isso pode parecer algo muito ligado apenas às grandes corporações, mas acontece em exemplos de outras áreas, como nas categorias de base dos clubes desportivos.

Assim como no futebol e outros esportes, as empresas devem estar preocupadas com seu futuro, com a qualidade do seu trabalho a longo prazo, e isso esbarra na busca por talentos. 

A procura pelos grandes profissionais que farão a diferença a longo prazo é o que motiva os times a criar turmas para crianças e jovens.

Saindo dos campos e entrando nos escritórios, a premissa segue a mesma: ter grandes promessas é fundamental para qualquer time. Por isso, o assunto captação e retenção de talentos se tornou algo tão discutido.

Quer saber mais sobre este assunto? Então fique ligado nas informações que separamos!

O que é captação e retenção de talentos?

A captação e retenção de talentos é um processo no qual a empresa gera oportunidades e estrutura um projeto de carreira para profissionais que apresentam grande potencial e que entregam qualidade em seus serviços.

É algo parecido com o que acontece nas peneiras de clubes. Surge a oportunidade, novos jogadores são testados e aqueles que apresentam bons resultados se tornam atletas da base. 

Ao entrar na base, o objetivo é um só: amadurecer os conhecimentos, conceder experiência e formar as principais virtudes para que o atleta se torne um reforço para o time principal.

No universo corporativo, as empresas realizam programas de estágio e trainee, selecionam os candidatos com melhor desempenho e apostam no seu crescimento profissional, visando otimizar o quadro de funcionários. 

Não se trata apenas de efetivar o colaborador, mas sim de executar toda uma política interna de aprimoramento e amadurecimento. E isso é um trabalho conjunto entre RH e gestores das áreas.

Como esse processo se relaciona com o crescimento da empresa?

Ao apostar nos talentos, uma empresa está, na verdade, se estruturando para o futuro, pensando em formar profissionais que sejam "crias da casa". 

Ou seja, os talentos têm suas curvas de aprendizado e amadurecimento atreladas à cultura corporativa e aos processos adotados. 

Isso traz algumas vantagens importantes para a empresa, conheça as principais!

1 - Uso mais produtivo das verbas de treinamento

A rotatividade é um problema para muitos negócios. Não são poucos os RHs que se queixam ao utilizar boa parte da verba de treinamento para os colaboradores que acabam de chegar.

A retenção de talentos permite que a empresa foque seus esforços e investimentos de treinamento na qualificação dos profissionais que já estão na empresa. 

Esses funcionários também demandam os treinamentos básicos, mas é muito mais interessante investir menos nesse estágio e manter quem já passou por ele. Isso abre oportunidades de investimentos mais estratégicos das verbas de treinamento

É como se houvesse a troca de treinamento de “introdução ao jeito como trabalhamos” para investir no aperfeiçoamento de quem já está lá. E quem ganha com isso é a empresa e os próprios colaboradores.

Menos tempo treinando significa mais agilidade para atingir uma estrutura ótima de trabalho, e qual empresa não gostaria de ter menos trabalho para recompor seu quadro de colaboradores, não é mesmo?

2 - Engajamento otimizado

Engajamento profissional é um grande desafio das corporações. Elas querem funcionários felizes, alinhados com seu mindset e capazes de “vestir a camisa” (caso queira saber mais sobre como motivar e engajar seus funcionários, você pode ver um conteúdo em que falamos especificamente sobre isso aqui).

No caso de um processo de retenção de talentos, o jovem profissional sente-se valorizado com a contratação em tempo integral. Com isso, crescem as chances de gerar um comprometimento mais efetivo com suas responsabilidades.

Esse comprometimento se traduz em bons resultados e trabalho bem feito. Tudo isso, de uma forma ou de outra, tem relação com a oportunidade que a empresa deu ao jovem para se formar como profissional. 

3 - Redução de turnover

Um ponto muito importante sobre o engajamento dos talentos é que eles se tornam menos inclinados a sair das empresas. 

Por serem formados ali dentro, conhecerem todos os processos e possuírem confiança da direção, muitos irão pensar duas vezes antes de sair de um cenário tão positivo para apostar no desconhecido.

É claro que uma instituição consciente e preparada consegue monitorar o desempenho desses talentos e analisar como o mercado está os sondado, a fim de equiparar propostas e ver o que é possível para segurar o profissional.

4 - Melhoria do clima organizacional

A equação é simples: colaboradores formados dentro da empresa, somado ao maior engajamento com o trabalho e redução de turnover gera um melhor clima organizacional.

E qual é o papel do RH na captação e retenção de talentos?

O setor de recursos humanos é protagonista. Sua atuação deve ser estratégica e analítica, a fim de identificar os talentos e desenvolvê-los. 

A captação e retenção de talentos mobiliza o crescimento empresarial. Mas, para isso, é preciso fazer uma boa gestão de pessoas, comprometida com os resultados, boas práticas de mercado e com a busca pelo bem-estar dos colaboradores.

Engajamento e menor rotatividade são dois fatores que devem ser analisados de perto pelo RH, especialmente para executar um trabalho positivo junto aos talentos e não deixar eles escaparem para a concorrência. 

E uma das formas de valorizar o colaborador é seguindo as várias tendências de RH para 2020. Entre estas, a principal é oferecer ao seu colaborador benefícios flexíveis, isto é, dar a ele liberdade para que ele escolha os benefícios que quer receber. A Vee Benefícios captou essa essência e procura oferecer às empresas a oportunidade de flexibilizar os benefícios dados aos funcionários, especialmente os novos talentos. 

Profissionais são pessoas, cada uma com seus hábitos e preferências. Por isso, pensamos que a flexibilidade é ponto fundamental para o empoderamento do colaborador e melhoria na sua relação com a empresa. 

Talento retido é importância reconhecida. A empresa aposta, o funcionário responde de forma positiva, então, nada mais coerente do que dar a ele os benefícios que ele deseja após apresentar bom desempenho. Essa é a nossa premissa, e seu RH pode ganhar muito com isso!

Entre em contato com a Vee Benefícios e descubra como podemos auxiliar sua empresa a flexibilizar benefícios e oferecer mais vantagens aos talentos da sua empresa!

 

Venha ser Vee!

COMENTÁRIOS