O que não pode faltar no seu cartão de benefícios?

Tempo de leitura: 5 min
Como escolher o melhor cartão de benefícios para o seu colaborador?

Na hora de buscar uma nova oportunidade no mercado de trabalho, os profissionais costumam se atentar para uma série de detalhes. Afinal, é fundamental que a proposta se encaixe em suas perspectivas de vida e em seu crescimento e desenvolvimento na área de atuação em que ingressarem. Entre os pontos a analisar com mais atenção, está a questão salarial, é claro. No entanto, o cartão de benefícios é também outro fator de alta relevância.

Uma empresa deve ter em mente que o cartão de benefícios se trata de um diferencial para a atração e a retenção de talentos, uma vez que assim ela se compromete, inclusive, com a qualidade de vidas de seus colaboradores.

Mas, o que esta solução deve conter para ser ideal e como ela realmente funciona no dia a dia da equipe? Veja as respostas para essas perguntas e muito mais sobre este assunto a seguir!

O que é um cartão de benefícios?

O cartão de benefícios permite que o colaborador faça compras ou ganhe descontos em estabelecimentos variados. Como, por exemplo, restaurantes, mercados, lanchonetes, farmácias, clínicas de serviços de saúde, cursos, shows, livrarias e muito mais.

A empresa pode definir o que é oferecido nesse cartão. No entanto, há também opções em que o próprio colaborador escolhe aquilo o que é mais importante para ele: os chamados benefícios flexíveis, ou Beneflex. Quanto mais possibilidades a empresa inclui em seu cartão, mas atrativa se torna para sua equipe. Isso mostra que ela se preocupa com suas necessidades e desejos, e que está disposta a entregar condições para que tudo seja realizado com segurança e qualidade.

As transações realizadas são rápidas e seguras, e basta ter a empresa formalizada com um CNPJ regular para fazer a solicitação do cartão junto a uma empresa especializada.

O que mudou com o passar do tempo?

Antigamente, o cartão de benefícios se limitava somente a oferecer uma quantia para ser gasta com alimentação. Ou seja, o colaborador poderia fazer compras em estabelecimentos credenciados, como mercados, padarias, feiras e assim por dia.

Na modalidade voltada para refeição, o gasto era aplicado em refeições diárias, em restaurantes e lanchonetes. Mas, este era somente o básico garantido, e, muitas vezes, havia um valor limitado para ser usado diariamente, o que nem sempre beneficiava o colaborador.

Ao identificar necessidades mais específicas, que envolvem o bem-estar dos profissionais, as empresas passaram a buscar por outras soluções que envolvam lazer, cultura e saúde. E é por isso que este pacote é tão valorizado por quem se candidata a uma vaga em uma empresa.

O que um cartão de benefícios ideal precisa ter?

Diante dessa evolução, é indispensável oferecer um cartão completo e que realmente beneficie seu colaborador em seu dia a dia. Sendo assim, esteja atento aos seguintes fatores, que não podem faltar entre os benefícios e as funcionalidades dele.

Flexibilidade

Oferecer benefícios flexíveis aos colaboradores é incrível, porque dá à pessoa ampla liberdade de escolha. No formato tradicional, os benefícios são indicados pelo gestor da empresa ou setor de RH, independentemente das necessidades individuais de cada colaborador

Porém, com um sistema flexível, os colaboradores podem usar o saldo do benefício com liberdade, conforme as diversas finalidades viabilizadas por legislação e acordos coletivos. O gestor configura os padrões a ofertar — e pronto, sem nenhum trabalho operacional complexo por trás!

Rede de alimentação ampla

Embora vários tipos de benefícios sejam valorizados hoje em dia, a alimentação continua em primeiro lugar no interesse dos colaboradores. Portanto, é indispensável trabalhar com uma rede de alimentação ampla que permita o uso do cartão.

Hipermercados, sacolões, açougues e padarias devem ser priorizados, para que o usuário economize com transporte e armazenagem da cesta básica. Restaurantes e lanchonetes devem fazer parte disso também, porque nem sempre o colaborador tem a oportunidade de preparar sua própria comida ou mesmo quer fazer isso, o que traz a necessidade de se alimentar fora.

Vale dizer que muitas vezes os cartões tradicionais são limitadores na quantidade de estabelecimentos oferecidos. Por isso, a rede de alimentação ampla é algo que deve ser levado em conta na hora de escolher o cartão de benefícios ideal.

Contactless

A tecnologia por aproximação também deve estar presente no cartão de benefícios físicos. É fundamental que ele seja contactless, ou seja, que não necessite ser inserido na máquina de cartão para efetivar a compra.

Basta uma aproximação rápida e pronto! O sinal é lido por radiofrequência ou comunicação de campo próximo. Tudo com total rapidez e praticidade, sem qualquer tipo de impasse para consulta posterior da compra.

Segurança e proteção

A gestão dos pagamentos deve ser feita de forma simples, por meio digital e em completa segurança. Melhor ainda se a empresa de benefícios tiver uma plataforma que concentre tudo em um só lugar, com profissionais para assessorá-lo quando for preciso.

Saldo físico e digital

Esse acompanhamento pode ser feito por meio de um aplicativo ou do próprio site do sistema de benefícios escolhidos. Vale observar que tanto o cartão físico quando o digital, no app, têm o mesmo saldo.

Assim, fica mais fácil fazer o controle de orçamento adequado e destinar melhor a quantia oferecida pelo cartão. Tudo de forma simples e prática!

Descontos

Os descontos devem ser disponibilizados não somente no momento da compra ou devido à parceria com algum estabelecimento. Clubes de pontos e condições exclusivas para os usuários também são importantes para que esses descontos sejam ainda mais exclusivos.

Liberdade de adaptação

Mais uma vez, a liberdade de escolha de benefícios por parte do colaborador faz toda a diferença. Com a adaptação a suas principais necessidades, ele consegue aproveitar muito melhor o que é oferecido e fica ainda mais satisfeito em poder contar com o cartão.

E não se esqueça de que cartões que incluem dependentes para serem beneficiados são um diferencial a mais. Uma família com filhos, por exemplo, consegue utilizá-lo muito melhor dessa maneira.

Como escolher o melhor cartão de benefícios para os colaboradores de sua empresa?

Para escolher o melhor cartão de benefícios para os colaboradores da sua empresa, é fundamental fazer uma pesquisa sobre empresas do segmento. Em seguida, basta entrar em contato para que as opções disponíveis sejam devidamente avaliadas.

Caso estejam de acordo com a proposta da empresa, um credenciamento é feito, para negociar taxas e cadastrar a solicitação desses cartões. Os repasses, então, são feitos e cada colaborador passa a ter acesso a seu próprio cartão, pessoal e intransferível.

Nesse conteúdo você pôde ver que é importante contar com uma empresa especializada em cartão de benefícios, e que pode trabalhar em conjunto com a sua empresa para garantir sempre o melhor para sua equipe.

Para saber mais sobre benefícios para oferecer na empresa, siga nossas páginas no Facebook, no LinkedIn, no Instagram e no YouTube e acompanhe nossas dicas e soluções.

Gostou? Compartilhe

Quer conhecer mais sobre os benefícios flexíveis da Vee? Preencha o formulário e entraremos em contato com você.